sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Mais uma volta mais uma viagem!

Como é que hei-de dizer isto de forma meiga... lembram-se daquele post em que disse que ia sair do meu trabalho, que tinha arranjado um melhor?
 
Pois bem já não o tenho, e eu explico.
 
No dia 20 apresentei-me ao trabalho, e o Sr. meu patrão já não se lembrava que eu ia naquele dia, pronto, tudo bem, esquecimentos todos temos. Logo de inicio comecei a notar que o Sr. era no mínimo peculiar, e isto estou a ser simpática, porque ele era completamente chanfrado.
 
Para começar o homem fala que se desunha, repete-se que cansa e não deixa literalmente ninguém trabalhar. Depois fui informada por uma colega mais antiga (a única funcionária que ele tinha e que hoje foi o ultimo dia dela, porque não estava para aturar malucos) que nunca ninguém ali teve contrato e que os pagamentos às vezes eram aos bochechos. Avisou-nos (a mim e a outra moça que entrou na mesma altura que eu) para termos cuidado que ele gosta muito de meninas novinhas :S
 
Logo no segundo dia, eu entrava às 8:00h e saía às 17:00h e a outra moça entrava às 9:00h e saía às 18:00h, nessa hora que ficou sozinho com ela, chateou a rapariga para fazer exercícios de respiração de Yoga, queria que ela fizesse uma regressão a vidas passadas e que estava a ver uma nave e uma aura, podemos dizer que terminou a fazer o pino para lhe demonstrar uma posição de Yoga, e rapariga quase pelos cabelos a querer fugir.
 
Muitas mais coisas aconteceram, e eu estaria aqui longas horas para descrever e contar, e ainda assim vocês provavelmente não conseguiriam ter bem a imagem da coisa, porque só quem lá estava para perceber que o homem tem graves distúrbios mentais, e não estou a gozar ou fazer pouco, estou a ser sincera, aquele homem precisa de ajuda profissional.
 
Mas a gota de água foi nesta Segunda-feira, quando depois de almoço chegamos ao trabalho e encontramos em cima da secretária onde todos trabalhamos, incluindo ele, uma embalagem de preservativo usada.
 
Bem eu e a minha colega viemos embora, porque de manhã aquela embalagem não estava ali, portanto o Sr. terá utilizado durante aquele dia de trabalho, e acidentalmente esquecido ali.
 
Se calhar devia ter aguentado e calado (como já me disseram que devia ter feito) mas não consigo ser cínica a esse ponto, jamais seria capaz de fingir que nada se passou e estar ali a trabalhar na boa, pois se já tudo me metia nojo!
 
Aquele escritório, não era só o local de trabalho dele, era a casa dele, e o Sr. não primava pela higiene, a cozinha metia nojo de suja, a casa de banho, oh meu Deus, nunca viu um pano e detergente, eu sei lá o que o homem anda a fazer em cima das secretárias fora da hora de serviço.
 
Epá chamem-me púdica, puritana o que raio quiserem, mas eu não estou para aturar tarados.
 
Agora estou desempregada, ando a ver se aparece alguma coisa, e entretanto vou fazendo coisinhas de artesanato, costurices, modelagem e etc, que a minha mãe tem um salão e disse que tentava vender à clientes, vamos ver se pega.
 
Aceitam-se ideias, sugestões e afins para ver se contribuo com qualquer coisa cá para casa.

domingo, 18 de novembro de 2012

Mais invenções

O fim de semana está mesmo no fim, e uma nova semana a começar, e na próxima semana começa uma nova etapa na minha vida, amanhã é o meu ultimo dia de trabalho naquele escritório, e estou tão ansiosa por sair dali para fora.

Na Terça já começo no novo trabalho e isso ainda me deixa mais ansiosa, tenho sempre alguma dificuldade de começar em novos trabalhos, fico ansiosa e nervosa, mas tem de ser, e se é para melhor, venha ele!

Aqui à uns tempos decidi inventar, quis experimentar a técnica de decoupage, arranjei uma daquelas caixas da fruta, lixei-a bem, e pintei-a de azul clarinho, e depois apliquei-lhe o guardanapo, ficou mais ou menos, a falta de experiência associada com a irregularidade da madeira, ficou um pouco rugoso. Mas para primeira vez não ficou mal de todo, ao longe não se percebe muito, heheheh.


Utilizei para colocar os detergentes da roupa e as molas, meti-lhe umas rodinhas para puxar para a frente e para trás.



Reciclei esta mesa velha, e converti-a em armário de apoio à lavandaria, por baixo fica a caixa dos detergentes, com umas abraçadeiras fiz apoios para a prateleira para os alguidares, e por cima é onde a minha gata de esparrama ao solinho. Agora quero ver se compro um tecido bonito e faço uma cortina.



Os móveis de apoio à lavandaria são carissimos, este ficou bem mais económico.

Hoje vim a Santa Cruz visitar os meus sogros e decidi vir com os tarecos atrás para estar entretida, então estive a "enfeitar" a caixa/tabuleiro que uso junto à máquina do café com o açucareiro e as chávenas.






Usei outra vez a técnica de decoupage, apesar de não ter muito jeito para isto, gosto tanto do efeito dela que voltei a usá-la. Até gostei do efeito final, acho que ficou amorosa.
 
Bem e agora está na hora de voltar para casa, porque o meu amor já me chamou duas vezes e diz que nunca mais me despacho :S
 
Então uma boa semana.




sexta-feira, 16 de novembro de 2012

É hoje que sou arremessada...

Diz que vem aí uma grande tempestade a caminho, e que a coisa vai ficar brava. Epá eu até gosto deste tempo, aliás fosse sempre Inverno a ver aqui a menina toda contentinha da vida, mas dá para hoje ser só uma chuvinha e não uma tempestade com tudo a que temos direito?

É que hoje vou sair para comer peixe cru, aka sushi, que tem a capacidade de me fazer ter vontade de deitar para o exterior o conteúdo do meu estômago. Vou com as minhas primas e os nossos apêndices, vulgo maridos e companheiros. E não me apetecia nada, mas é que mesmo nada ver a minha pessoa arremessada contra um caixote do lixo ou ecoponto, por causa do dito tornado, se tiver de ser, ao menos que seja contra o azul, para ver se o papelão me apara a queda.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Fui às compras... no lixo!

Hoje ia com a minha sogra na rua e vejo um moço com um carrinho de mão a levar tarecos velhos para o lixo. E salta-me à vista um pé, um pézinho velho e retorcido, velho e sujo, velho e desgastado, velho e lindo, velho e com um  futuro maravilhoso na minha casa =)
 
Vejam só esta velha maravilha que alguém se fartou e pôs no lixo:

 




Sim está velha, mas a madeira está em ótpimo estado, só o tampo é que está em piores condições, porque é daquela folha que com o tempo levanta toda.
 
Já sei exactamente o que vou fazer com ela, vai ficar BRUTAL, esta greve foi muito produtiva... para mim!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

AVISO: Não percam o vosso tempo a ler isto!

Não é que eu tenha alguma coisa importante ou que valha a pena escrever, e vocês perderem dois segundos do vosso tempo a ler, mas é que estou com tão nenhuma pouca vontade de trabalhar, que tenho de fazer alguma coisa até à 18:00. Hora em que saio deste buraco negro que chamo de trabalho, e vou finalmente para casa.

Há dias maus em que não apetece fazer nada, mas conforme me vou aproximando do meu ultimo dia de trabalho nesta latrina, tenho cada vez menos vontade de produzir uma coisinha que seja.

Mas pronto chega de lamurias e vai lá fingir que estás a trabalhar, já falta pouco para mandares este esterqueiro às couves.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Mudanças e das boas

Mas as novidades não acabam no post anterior pois há mais, a grande e maior é que vou mudar de trabalho, eu explico.
Eu trabalho num escritório de Agentes de Execução, já trabalho nesta area à cerca de 6 anos, e até gosto do meu trabalho, mas não estava satisfeita com escritório onde trabalho, não só por questões salariais, mas também, mas principalmente porque deste patrões que nunca dizem obrigado, que nunca têm uma palavra de reconhecimento, e isso ali no meu trabalho é gado! Depois a questão de se eu ficar depois da minha hora ninguém me paga mais, nem me agradecem, mas se eu chegar um pouco mais tarde porque fui ao medico, descontam-me essas horas, não suporto essas atitudes.
Depois também pela questão de que estou a fazer a pior função do escritório, que quando fui à entrevista não era para isso que me iam contratar. Tenho mais tempo de trabalho nesta area e experiência que 99% das minhas colegas e estou nas funções piores do escritório.
Então comecei a procurar trabalho, numa Sexta-feira mandei o CV, no Sábado pelas 16:00 horas já tinha arranjado outro trabalho noutro escritório.
Vantagens:
- Mais pequeno, que era mesmo o que eu queria, mais calmo;
- Só com um Agente de Execução;
- Menos processos;
- Vou ganhar mais 200 €;
- Vou ganhar um prémio por cada processo que fechar;
Defeitos:
- É um pouco mais longe do que o actual.
Dia 20/11/2012 já começo no novo trabalho, estou super ansiosa, não vejo a hora de deixar este trabalho deprimente.
A outra noticia é que comecei um curso de costura, quero mesmo aprender a costurar decentemente, e estou ansiosa de começar os projectos que temos programados no curso, vou aprender a fazer saias, acessórios, blusas, etc...
Nestes dias fiz um saco para oferecer a uma amiga muito querida, não ficou lá muito perfeita, mas espero que quando terminar o meu curso já faça este tipo de acessórios com mais perfeição.


O que acham? Está mais ou menos não está?

Que grande surpresa :D

Eu e o meu amor não trocamos prendas no natal e nos anos, como eu não comemoro essas datas, não temos esse hábito. No entanto, eu frequentemente ofereço-lhe prendas, às vezes coisas pequenas e que ele precisa, mas outras vezes coisas mais substanciais por assim dizer. Ele muito, mas mesmo muito raramente me oferece prendas, mas eu não ligo a isso, ele é sem dúvida a minha maior prenda.

Na Sexta-feira passada depois do jantar diz-me ele "tenho uma prenda para ti!", eu até pensei que ele tivesse a brincar, mas ele disse-me para ir à sala, quando lá cheguei estava uma caixa em cima do sofá, e instalou-se em mim aquela ansiedade infantil de quando estamos prestes a abrir um presente.

Quando rasguei o papel e vi o que a caixa anunciava, ia-me me dando 3 AVC's e uns quantos ataques cardíacos! Então o que é que o meu amor me ofereceu, o Sony Vaio que eu me andava a chorar à que tempos, uma vez que o meu pc tinha avariado, e eu andava com um cancro velho que há lá em casa, e que leva uma média de 10 minutos a abrir um página.

Um Sony Vaio... fiquei louca, é lindo, branquinho como eu queria.



É este o modelo, não é lindo?

Já traz o Windows 8, é muito diferente do 7, ainda ando ali às voltas para me entender, mas aos poucos já começo a orientar-me.

Bem resumidamente estou absolutamente louca com o meu novo computador, até lhe dei um nome (bem mas eu dou nome a tudo, o meu carro é a Joaninha, a minha futura mota é o Bucéfalus, etc), chama-se Lady Di, e porquê? Porque é glamoroso, ahahahahah, não bato mesmo nada bem!


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Nunca participo, mas desta vez não resisti

Eu nunca participo em passatempos daqueles que correm nos blogs, mas desta vez não resisti, neste blog "elegante" :) está a correr este passatempo, onde oferecem a mala mais linda e fofa que pus a vista e cima.

Não é linda? Ai queria tanto que me saísse :)

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Até me tira o sono



Estão previstas mudanças, mudanças grandes na minha vida. Daquelas que nos tiram o sono por causa da ansiedade de se concretizarem. Daquelas que nos tiram a paz, e que andamos com um sorrisinho interior que só nós sabemos o que está para acontecer, e é para breve, muito breve.

Para já não posso contar nada. Quer dizer, poder posso, mas não quero, pelo menos até ter as coisinhas todas certas.

Posso dizer que é o realizar de um sonho antigo, que já nem acreditava que se podia realizar, mas agora sei, agora tenho a certeza que se vai realizar.

Ai que não me aguento de ansiedade acho que a melhor forma de explicar é com este poema lindo:

“O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades… sei lá de quê!” 

Florbela Espanca

sábado, 15 de setembro de 2012

Assenta que nem uma luva

Nesta férias como deve ter dado para perceber no post anterior andei a dedicar-me em força ao crochet, fiz umas pegas e uma luva do forno para a minha mana, ainda não tenho fotos, depois coloco, fiz também umas pegas para a minha tia, também colocarei as fotos depois.

Mas a minha obra prima (ou não) mas que pelo menos saiu inteiramente da minha cabeça, e não tive qualquer tutorial, daí o meu orgulho no meu trabalho. Então e o que eu fiz? Fiz umas luvas para o inverno, ok, estão um pouco tortinhas, e muito pouco perfeitas, mas eu gosto.

Aqui ficam as fotos:


Até não estão muito mázinhas, pois não?

Agora tenho de aprender a fazer com dedos.



terça-feira, 11 de setembro de 2012

O que se faz pelas férias

Estas férias foram estão a ser em três fases. Na primeira fase fomos até à Lagoa de Albufeira, ali para os lados de Sesimbra, onde os meus avós têm uma casa e estivemos lá quatro ou cinco dias, que foram dedicados à prática de papo para o ar e ronha com fartura.

Aproveitámos para descansar, ir à praia, que eu não gosto muito, mas até nem foi muito mau, fiz muito crochet, umas belas caminhadas, e claro, namorei MUITO.

Na segunda fase das férias, fomos dar um belíssimo passeio, fomos para uma quinta de turismo rural no Gerês, a Quinta de São Vicente, que aconselho muitissimo, é uma linda e antiga quinta, inserida num meio rural, em que para todos os lados que olhamos só vemos montes e campo, estamos plenamente rodeados de natureza. A quinta está decorada com mobiliário antigo, mas muito bonito, não é daquelas quintas ou hóteis luxuosos, mas os donos são muito simpáticos, tem um ambiente muito familiar e aconchegante.



O nosso quarto era ali naquela porta do alpendre do 1º andar, à noitinha com as luzes acesas sentávamo-nos ali ele a ler o livro dele, e eu de volta dos meus crochets.


Os gatos lá do sitio, super mansos e meigos.




O meu amor a coscuvilhar os dvd's na sala de estar.






Era aqui mesmo que nos sentávamos à noite nas leituras e no artesanato :P




Mais um habitante local, tão fofo.




Nem mesmo à beira da piscina larguei as lãs e as agulhas :P

Durante os dias que lá estivemos fizémos umas caminhadas por trilhos assinalados, andámos mesmo pelo meio do mato, foi tão cansantivo, mas lindo que nem dá para descrever, andávamos mesmo pelos montes, no meio da natureza, que de outra forma só veríamos ao longe a passar na estrada de carro.



A vista lindíssimado castelo de Lindoso.


As lagartixas no monte crescem mais :) eram grandes e muito bonitas.




 Durante as caminhadas decidimos apanhar amoras silvestres, apanhámos 2 quilos e 200 gramas, depois de muitas picadelas e arranhões.


   

Uma das muitas súbidas.


Mais uma, e esta foi bem dura...


O raio da subida nunca mais acaba...


Claro, e quando acaba eu quase não me tenho de pé.


 

 

Alguns dos habitantes dos charcos.




 
 


Alguns amigos que encontrámos no monte.






Com as amoras que apanhámos decidimos fazer doce de amora, licor de amora e ainda congelámos 200 gramas. Como não tínhamos balança de cozinha e precisávamos de repartir as amoras, usámos a balança de casa de banho, e aqui está o meu amor a pesar-se com amoras.


O doce de amoras, que para ser sincera ainda não experimentei, mas não ligo muito a compotas, quem vai tratar delas é o meu amor e a mãe dele.




Aqui estava a preparar as amoras para o o licor, só estará pronto daqui a dois meses, depois digo como ficou.

Hoje iniciámos a terceira e última fase das férias, viemos para Santa Cruz, para a casa dos meus sogros, e vai ser novamente uma fase de sopas e descanso.